jump to navigation

A banalização da juventude 09/08/2010

Posted by André Roedel in Uncategorized.
add a comment

Não é de agora que os jovens tem se tornado fúteis. A transformação da anteriormente “Geração do Futuro” em adolescentes cada vez mais preocupados em seu próprio umbigo foi gradativa. A juventude não tem mais valor. Hoje os adolescentes pensam cada vez menos no dia de amanhã, na carreira a seguir, na família, nos estudos… Os maiores valores, para eles, são o reconhecimento de seus ídolos teen, a festa de amanhã, a popularidade na escola ou na internet.

Esse vídeo aí acima foi produzido pelo videomaker Felipe Neto. Talvez não demonstre muito bem o que quero dizer com a banalização da adolescência, mas mostra no que se “preocupam” os jovens de hoje. O termo “fiukar” tem clara conotação ao grande “ídolo” dessa geração que é Fiuk, 19 anos, filho do tão conhecido cantor Fábio Jr. A adoração pelo garoto chega a ser maior a de um deus. Fiukar. Fico triste em saber que essa é a atividade de milhares de meninas de 12 a 19 anos…

E o técnico brasileiro continua injustiçado… 06/08/2010

Posted by André Roedel in Uncategorized.
add a comment

Ricardo Gomes não é mais técnico do São Paulo. A eliminação da Libertadores da América ontem à noite para o Inter de Porto Alegre acabou com todas as chances do treinador se manter no cargo. A relação técnico-torcida-diretoria já vinha desgastada graças ao péssimo retorno do tricolor às atividades pós-Copa do Mundo. Gomes chegou há pouco mais de um ano no posto de comandante de um dos times mais adorados no país.

A profissão de técnico no Brasil foi banalizada. Não existe o respeito ao profissional, salvo raras exceções como a de Mano Menezes no Corinthians, que só saiu após convite da CBF para treinar a seleção nacional. As diretorias dos diversos clubes do país deveriam tratar melhor os treinadores de suas equipes. Ainda não entrou na cabeça dos cartolas que só se consegue realizar um bom trabalho e conquistar títulos com uma sequência no cargo. Vide o campeoníssimo Alex Ferguson, do Manchester United, que está no comando dos Red Devils há 24 anos sem interrupção! Nem mesmo as recentes eliminações na Champions League o demitiram do posto.

Ricardo Gomes não é mais técnico do São Paulo

Ricardo Gomes teria um bom desempenho no futuro com o São Paulo. Já provou isso quando classificou o time para a competição continental no ano passado, e não seria diferente neste resto de temporada. Agora o torcedor sãopaulino terá de aguentar uma equipe desmanchada (principalmente sem o ídolo Hernanes, negociado com a Lazio da Itália) e com um comandante novo, que terá de se adaptar ao time. Lamentável…

Debate na hora da bola 06/08/2010

Posted by André Roedel in Uncategorized.
add a comment

Plínio de Arruda, candidato do PSOL

Podem me chamar de hipócrita por ter dito no último post sobre conscientizar na hora do voto, mas não assisti o debate dos presidenciáveis. Primeiro por não possuir todos os candidatos, e sim apenas os três preferidos da mídia e Plínio de Arruda Sampaio como coadjuvante, mas que acabou roubando a cena (mais no final do texto). Segundo pelo horário do programa: as propostas dos quatro foram se prolongando até 0h30 da madrugada. Outro inconveniente foi a presepada da Band em programar o debate para o mesmo horário da decisão entre São Paulo e Inter pela Libertadores.

Acho que esqueceram a paixão que o brasileiro tem por futebol… Só pode ser isso para justificar tamanha burrice de quem elaborou a grade. Até eu que não torço para nenhum time envolvido no duelo assisti o jogo! O IBOPE averiguou apenas 180 mil domicílios ligados na Band, registrando os inexpressivos 3 pontos no ranking durante a exibição. Reitero: o futebol foi a principal causa do desastre da audiência no primeiro debate.

Sobre o debate não tenho muito a que dizer. Até porque assisti pouco. Mas nesse pouco visto constatei um Plínio de Arruda idealista, com uma melhor oratória que os demais candidatos. E em um debate “vence” quem souber usar melhor as palavras. Plínio (candidato do PSOL, mesmo partido de Heloísa Helena) sempre foi assim. Boa sorte para ele, pois apesar de estar presente no programa, faz parte de turma de Eymael e Levy Fidelix no que se diz questão a votos.

A hora do voto está próxima 03/08/2010

Posted by André Roedel in Uncategorized.
add a comment

De dois em dois anos o povo brasileiro vai às urnas escolher seus representantes através do voto direto. Parece aquela ladainha de patriotismo a la Dunga, mas não. O direito de escolha é algo primordial em uma sociedade democrática e moderna e que sonha em se tornar primeiro mundo. Exatamente dois meses separam hoje da tão importante data: dia 3 de outubro iremos às urnas escolher, deputados, senadores, governadores e o presidente de república. Muitos cidadãos sequer sabem o nome dos candidatos nesta eleição. Outros ainda não pararam para analisar as propostas dos concorrentes aos cargos máximos no país.

A população ainda credita essa falta de informação a falta de propaganda eleitoral, hora em que realmente é possível ter uma noção das propostas dos candidatos. Mas o fato é que o brasileiro é desinteressado por política. Nunca foi prioridade nas conversas da população o debate sobre qual seria o melhor presidente para o país. Essa discussão sadia deveria ser rotineira em um lugar com tanta corrupção como é o Brasil. A educação para isso deveria partir desde cedo, para assim podermos transformar realmente a sociedade em que vivemos.

Por isso pesquise a história de seus candidatos. Veja se realmente ele será o melhor, não só para o seu grupo de convívio, mas para o país de modo geral. Um voto consciente  pode mudar a dura realidade brasileira.