jump to navigation

Não apenas campeão, mas sim HEXA! 11/12/2009

Posted by André Roedel in Uncategorized.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

(atrasado, eu sei!)

Já se foi quase uma semana que o Campeonato Brasileiro conheceu seu campeão. O Rubro-negro carioca sagrou-se campeão após 17 anos na fila. Mas não foi só o tempo de espera que o time levou para ganhar esse título que impressionou. A história de superação que o Flamengo demonstrou em 38 rodadas foi sensacional. Um time cotado para ser rebaixado, que tinha um técnico no mínimo contestado, devendo para Deus e o mundo e com um jogador como Adriano que mais era flagrado em boates do que no trino não se esperava grande coisa. Mas daí veio a peça que faltava: Andrade. O treinado interino/ex-jogador do clube tem uma identificação com a Gávea que só talvez Zico tenha. E a reação foi espetacular. Um atropelamento atrás do outro (e contando com uma sorte de campeão incontestável!). Parabéns Flamengo, em especial ao maestro Andrade. Sem ele a história poderia ser outra.

Pitacos do Brasileirão: Palmeiras foi a decepção da competição. Um time líder por quase 20 rodadas deixar a briga pelo título dessa maneira não dá! E nem uma vaguinha na Libertadores! O São Paulo mostrou sua força de novo. Só não levou a taça porque não teve o padrão de jogo que o técnico Ricardo Gomes gosta. O Atlético-MG foi o Palmeiras de Minas Gerais! Melhor para o Cruzeiro que se classificou para a competição sulamericana. E o Fluminense, hein? De virtual rebaixado para uma das sensações do campeonato. Se manter o elenco e trazer mais uns três jogadores de boa qualidade pode surpreender muita gente ano que vem. E o Coritiba além de ser rebaixado viu sua torcida protagonizar uma cena lamentável na história do Brasileirão. E o Corinthians… bem, o Corinthians descansou muito para o centenário em 2010! Só espero que acorde para festa…

PS: Sei que errei o palpite. Disse que o “Jason” iria ganhar. Só não contava com o surgimento de um “Freddy Krueger”!

Corinthians minha vida, minha história, meu amor! 15/11/2009

Posted by André Roedel in Uncategorized.
Tags: , , ,
add a comment

Nunca liguei muito pra futebol. Minha infância foi mais marcada por desenhos japoneses e brinquedos eletrônicos do que uma boa bola de couro. O tempo foi passando e o primeiro jogo que assisti completo foi Corinthians e Santos pela final do Brasileiro de 2002. Fiquei encantado com a raça e determinação da equipe. Detalhe: o time perdeu a final pro glorioso Santos de Robinho&cia. Mas a derrota parece que acendeu uma chama que nasce junto com qualquer corintiano, uma chama que brilha na vitória e ainda mais na derrota.

Depois desse acontecimento o fato é que nunca mais deixei de acompanhar meu time. Ou melhor, meu Timão! Não importava a competição, estava com o Corinthians para o que der e vier. O fato de nunca ter conquistado uma Libertadores tornou o Timão alvo de inúmeras piadas e mesmo assim nunca deixei de apoiar a equipe. O Coringão sempre foi invejado pelas outras equipes, seja por sua grande torcida ou pelo seu histórico de títulos grandioso.

Mas ano que vem será diferente! Acredito no sucesso da Timão na Libertadores. Acredito em um jogador que já foi três vezes eleito melhor do mundo pela FIFA. Acredito que dá para fazer uma gestão responsável como o presidente Andrés Sanches faz. Acredito em milagres. Vai Corinthians!

O Jason ainda causa medo 15/11/2009

Posted by André Roedel in Uncategorized.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

Faltando três rodadas completas para o fim do Campeonato Brasileiro, creio que não há dúvida alguma sobre seu campeão. O São “Jason” Paulo conseguiu na reta final da competição uma sequência incrível de vitórias e hoje é sem dúvida a minha escolha para vencer. A equipe comandada por Ricardo Gomes não joga bonito, só tem uma jogada (bola levantada na área) e ganha suas partidas por meio a zero, mas sabe a hora certa de ganhar ou perder pontos.

Em um campeonato longo como o Brasileirão planejamento é tudo. Existem momentos certos de perder e de que adversário perder. O Palmeiras, que era meu favorito para a taça de campeão, não soube se planejar tão bem e deu no que deu: derrotas para times da zona de rebaixamento, empate no clássico com o Corinthians e excesso de confiança acabaram com a esperança alviverde de título brasileiro.

O “Jason Tricolor” joga com dois times sem aspirações na competição (Goiás e Sport) e tem um jogo um pouco mais complicado com o Botafogo, que tenta fugir da zona da degola, no Rio de Janeiro. Mas ainda em clima de Sexta-feira 13, a equipe de Rogério Ceni, Dagoberto e cia. vai incorporar de vez o espírito Jason. Os adversários que se preparem!